1 de jun de 2012

Capítulo 10 - Amor e Ódio (Camila)

"Eu achei uma razão pra mim
Pra mudar quem eu costumava ser"
Hoobastank, "The Reason"

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

      Não acredito no que acabei de fazer, só depois que eu fui perceber que havia atacado a Belle. Eu não queria fazê-lo. Não mesmo! Tá, vontade eu tinha, mas eu me controlava. Afinal, ela é minha amiga.
      Você pode estar pensando: mas então, por que a atacou? Acontece que assim que entramos no banheiro eu não via a Belle. Pode parecer loucura, mas eu via a Sophie.
      Sim, eu a conheço. Ela quem me transformou. Eu tenho ódio dela, pois ela é que colocou Isabella pra vir atrás de mim. Tá que se não fosse isso eu não teria conhecido a Belle e a Carol, mas mesmo assim.
      Eu conheço a Sophie e sei seus truques. Eu simplesmente pelo ódio ao ver a imagem de Sophie no lugar da Belle, a ataquei. Eu convivi dois anos com Sophie e sei do que ela é capaz. Sem falar dos seus truques de ilusionistas.
      Infelizmente não posso contar nada disso pra ninguém. Fiz uma promessa à ela no primeiro ano que convivemos juntas que eu nunca iria contar nada que ela fizesse ou sobre seu dom. Como a promessa que os três grandes deuses gregos (Zeus, Poseidon e Hades) fizeram em "Percy Jackson e os Olimpianos", a promessa sobre o rio Estige que não devia ser quebrada. A promessa que fiz foi como essa, só que essa foi quebrada e nada aconteceu. Já a minha, se eu quebrá-la vou morrer, ou melhor, deixar de existir.
      Saí de lá correndo para que ninguém pudesse me ver novamente. Sem falar que eu não queria brigar com nenhum daqueles vampiros.

**

      Estou nesse momento na escola, com lentes de contato castanho-escuras para disfarçar o tom avermelhado de meus olhos, mesmo incomodando eu preciso delas, se não podem descobrir que sou diferente. Eu me dirigi até onde se encontravam Carol, Belle e Isabella. Eu cumprimentei à todas como sempre fazia, elas me cumprimentaram, menos Belle que deu a desculpa de ir falar com alguns meninos e saiu. Ela estava com medo de mim, eu sei disso. Eu sei que já pensei na ideia de beber seu sangue, mas eu a descartei assim que ela me disse que sabia que eu era vampira e levou isso da forma mais normal possível.
      No dia em que eu fui atrás dela na região daqueles lobisomens fedidos, confesso que esperava que ela viesse sozinha atrás de mim para que eu pudesse provar seu sangue. Mas digo com toda verdade do mundo que não quero matá-la, pelo menos à ela.
      Fui libertada de meus pensamentos por Carol que agora puxava meu braço para a sala de aula. Não éramos da mesma turma de Biologia, mas ela me disse que o sinal já ia bater e que o professor da matéria não gosta de atrasos.
      As cadeiras eram em duplas. Eu me sentei na que sempre me sentava desde que comecei a estudar ali, lê-se duas semanas atrás, peguei meu livro e o coloquei sobre a mesa. Eu ficava próxima à janela, afinal o cheiro ali era forte como em todas as salas fechadas.
      De repente, um menino alto, bonito, de cabelos e olhos escuros apareceu na sala. Ele pelo visto ia começar a fazer essa aula agora, pois ele estava entregando um papel parecido com o que entreguei no meu primeiro dia de aula. O professor pediu que ele se sentasse ao meu lado.
      Pronto, agora já sei que não vou prestar atenção em nada de Biologia com um menino desses ao meu lado na aula. Valeu professor! O pior é que Biologia é a matéria que eu mais gosto. Enfim, o menino veio até onde eu estava sentada e se sentou. Posso dizer que seu cheiro é doce.
      Ele me cumprimentou e depois prestamos atenção ao que o professor dizia. Íamos fazer um trabalho sobre o corpo humano. Haviam amostras na mesa e um microscópio.

      - Ahm, pode ir primeiro! - ele disse.
      - Ok! - eu disse.

      Eu coloquei uma das lâminas no microscópio e a observei. Percebi que ele não parava de me olhar, mas eu o ignorei e comecei a analisar o que estava ali.

      - É um tecido muscular. Quer checar? - eu disse.
      - Pode ser. - ele disse, olhando logo em seguida. - A propósito, - ele retirou o olhar do microscópio e me olhando. - me chamo Jordan, Jordan Leonard. - ele estendeu a mão.
      - Camila, - eu disse, apertando sua mão com cuidado. - Camila Reis. - sorri.
      - Então, - ele disse voltando a olhar no microscópio. - você não é daqui, é?
      - Não. Sou do Brasil. - eu disse sorrindo.
      - Uau! - ele disse e eu ri depois.

      Ele voltou a me olhar e me disse que eu estava certa. Eu sorri e ele colocou outra lâmina enquanto eu etiquetava a outra. Enquanto fazíamos o trabalho íamos conversando, contando coisas um do outro. Eu me sentia diferente com ele, acho até que posso dizer que me sinto mais "humana" com ele. Ele é fofo, gentil, engraçado, realista (kkk), sincero...
      O sinal bateu, eu arrumei minhas coisas e já estava saindo da sala quando ele me chamou:

      - Mila, espere!
      - Do que me chamou? - perguntei, me virando pra ele.
      - De Mila, não gostou? Eu posso...
      - Não, tudo bem. - eu o interrompi. - Pode me chamar assim! - sorri.

      Ele foi andando comigo até onde estaria Carol. Acho que ele me acompanhava. Se bem que ele disse que ia me apresentar aos amigos dele. Havia um grupo de pessoas, onde se encontravam Carol, Belle, Isabella e um menino que estava abraçado à ela. Jordan foi até eles e abraçou Belle por trás. Ela o viu e sorriu pra ele, ele beijou sua bochecha e cumprimentou os outros. Carol me viu e disse:

      - Vem, Camila!

      Jordan me olhou um pouco confuso, mas depois ficou esclarecido que eu já conhecia à todos menos o menino estava com Isabella, o Jaxon.

**
      Agora é certo. Acho que me apaixonei por J (Jay), como eu o apelidei, afinal os outros o chamam de J-Leonard. Mas, sério, posso dizer que me apaixonei por ele. Mas preciso fazer com que eu mude meus "hábitos alimentares", pois não quero atacá-lo.
      Havia uns vampiros na festa de Belle e todos tinham olhos de um dourado bonito. Será que eles podem me ajudar? Ainda me lembrava do cheiro deles e consegui rastreá-los. Eu corri em direção ao cheiro. Em pouco tempo eu estava em frente à uma casa grande, que supus ser onde eles moravam. Eu bati na porta e um deles atendeu. As lentes em meus olhos já haviam evaporado à tempos, e meus olhos deviam estar em um tom vermelho vivo, mas o outro vampiro não se importar.

      - Pois não? - ele perguntou.
      - Eu gostaria de pedir ajuda à vocês! - eu disse.
      - Por favor, entre!

      Eu entrei na casa e ele me guiou até a sala de estar. Eu senti um cheiro de cachorro molhado e parei. Há um lobisomem aqui. Eu pude ouvir dois corações batendo fora o do lobisomem.

      - Algum problema? - perguntou o vampiro.
      - Ahm, tem um lobisomem na sua sala. - eu disse. - E dois humanos.
      - Ah, quanto ao lobisomem, ele não te machucará. E há um humano e um meio humano. Mas não se preocupe, eles estarão bem protegidos.
      - Tá bom!

      Adentramos a sala de estar e lá se encontravam algumas pessoas vendo televisão, uma vampira, uma criança e o lobisomem brincando e um casal, uma humana e um vampiro, vindo do que supus ser a cozinha. A humana, eu a reconheci, era Belle e o vampiro com ela foi o que me impediu de matá-la.
      Belle e o tal menino me viram e me olharam surpresos. Belle estava com medo, o menino se colocou à frente dela e logo quatro outros também foram. Seria defesa? O vampiro que atendeu a porta pra mim ainda estava ao meu lado.

      - Carlisle, o que ela faz aqui? - perguntou Belle, detrás do "muro" formado por vampiros.
      - Eu vim pedir ajuda à eles. - eu respondi, mesmo a pergunta não sendo direcionada a mim.
      - Pra quê?
      - Pra que eles me ajudem a não beber sangue humano.

      Ela me olhou estranha. Acho que ela não confiava em mim. Ela pediu a um deles que dissesse se era verdade ou não. Como é que é? E como eles saberiam?

      - Ela diz a verdade. - ele disse á ela e depois se virou para mim. - E eu posso ler pensamentos e Justin - apontou para o menino na frente de Belle. - pode ler pensamentos e se comunicar por eles.

      Belle ficou um pouco surpresas ao saber dos poderes do tal de Justin, mas depois revirou os olhos como se tivesse se lembrado de algo. Justin, de repente, veio com um interrogatório em minha mente:

      "Por que atacou Belle?"
      "Eu juro pra você que não queria fazê-lo. Eu simplesmente vi outra pessoa em seu lugar!", respondi.
      "Quem? Espera, não precisa responder.", ele disse, se concentrou um pouco e depois me olhou surpreso. "Sophie!"
      "É, mas... eu nem sei por quê a vi."
      "Eu não contarei a ninguém sobre o segredo dela, sem falar que eu já sabia."
      "Como? Não precisa responder, eu já sei!"


      Ele sorriu para mim e foi a vez de eu falar com Belle.

      - Belle, sinto muito, eu não queria ter te atacado no seu aniversário. Foi porque em seu lugar eu, não sei por que, mas vi outra pessoa. Você me perdoa?

      Ela me olhou bem e fez que "sim" com a cabeça e depois disse:

      - Mas, por precaução, vou manter, pelo menos, Emmett e Justin perto de mim, tá?
      - Tudo bem! - eu disse. - Desde que você esteja segura!
      - E mais uma coisa. - ela disse. - Por que decidiu mudar sua "dieta"?
      - Porque... eu... me... apaixonei... pelo J. - eu disse, meio sem graça.
      - J-Leonard?
      - Sim. - eu disse, ainda sem graça.

      Ela sorriu pra mim e eu retribui com um sorriso. Logo depois fui pra minha primeira aula de caça "vegetariana".



Continua...


Hey, my beautiful girls!! <3
Eu peço MILHÕES de desculpas à vocês por não ter postado antes, mas eu estava em época de prova e quase nunca estou em casa.
Como vocês estão minhas gatitas lindas??
Eu não ando muito bem. Não gosto muito de falar sobre isso, mas sinto que com vocês eu posso desabafar. Pela segunda vez eu havia me apaixonado pelo meu melhor amigo. Ele estava tão fofo comigo. Ele me dizia que me amava. E isso fez com que eu me apaixonasse ainda mais por ele. Só que no domingo à noite, ele veio dizendo que tinha se arrependido e disse que era pra sermos amigos. Só que é IMPOSSÍVEL. E acabou que ele fez a mesma coisa que meu ex fez, mesmo prometendo que não ia fazer. E sabe o que eu descobri hoje? Que ele está namorando. Sabe o quanto me doeu ler "Está em um relacionamento sério" no facebook dele?
Bom, é isso que eu to passando. Isso que está me corroendo por dentro. ='(
Enfim, eu respondi os comentários de vocês no cap. anterior.
Beijinhos meninas! ;*
Amo vocês, tá?
@ClaraVeras / @JB10Lovehim

8 comentários:

  1. Amei amg ta perfeito continua rapido :):) depois nos continuamos conversando ...amei te ver hj :) bjus Leticia ( @BieberLovato_le )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok...Lele, permaneço triste, sabe o q pensei em fazer ontem, antes de ir flar com vc? Cortar meus pulsos, mas decidi que era melhor nao.... enfim, dps conversamos. bjs

      Excluir
  2. OHHHH O amor pode tudo ;)
    Amore adorei muito bom mesmo
    Faz tempo que vc não posta :(
    Continua please?
    Beijão ☺
    @VellosoV

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vih! É, mas é pq quase nunca to em ksa... :( e agr é meio difícil pra mim, com tudo isso acontecendo na minha vida.... :/
      Beijos e vo continuar quando der, ok?
      Te amo Vih!

      Excluir
  3. ate eu ficaria com medo de uma pessoa q me mordesse :D ta perfeita como sempre
    te adoro my Little Purple
    ta mt perfeita sua #IB vampiresca ;D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é? rsrs...
      tbm te adoro, minha fã #1 junto com a Lele!!
      e brigada sua fofa!!!
      te amo!

      Excluir
  4. Ebaaa!!!!!!!!!!!!!!! Eu AMEI!!!!!!!! Sou a fã numero 0001!!!!!!!!!
    Camila tem que ver e aprovar!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! (já chega de ponto de exclamação)
    Beijos! ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carolzinha, querida do meu coração!!! lol
      KKKKKKK, quantas fãs numero 1 eu tenho???? kkkkk
      e é, chega de ponto de exclamação...kkk
      Te amo!! <3

      Excluir

O que acham que vai acontecer?
Expressem opiniões sinceras, por favor!
Estão Gostando?