6 de mar de 2013

Capítulo 9 - Descobertas

      Sétimo dia de missão, eu já havia enfrentado alguns lestrigões, uma górgona (que graças aos deuses não era a Medusa), depois de ter quase morrido um zilhão de vezes, me machucado bastante, e o nosso destina parecia ainda bem distante. Depois da luta com os lestrigões, resolvemos parar um pouco par descansar. Era de manhã ainda e tínhamos uma longa jornada pela frente.
      Eu estava arrumando minha mochila para continuar a viagem e Perseis estava ao meu lado e do nada uma lança dourada passa a um centímetro do meu rosto.

      - AAAH! O QUE É ISSO? - eu gritei.
      - Desculpa, Mai! Ela desenrolou! - disse Perseis.

      Olhei para o lado e vi que a lança saia da mochila de Perseis. Ela fez um movimento com as mãos e a lança diminuiu até virar uma...

      - O que é isso? - perguntei.
      - Meu presente de aniversário. Mike me deu. - ela disse amarrando o lenço preto no pulso. - É uma bandana. Uma bandana-lança. - ela riu.
      - Hum... Metallica! Você gosta? - disse Derek, se referindo a Perseis.
      - Muito!
      - Uma garota que gosta de rock? Que incrível! - disse Derek.
      - Tem certeza de que você é mesmo menina? - perguntou Eric.

      Todos olharam pra ele com cara de "Sério?!", Perseis mandou outro olhar de ódio pra ele e saiu conversando com Derek sobre outras bandas. Eu e o Eric ficamos um pouco mais pra trás.

      - Eric, querido... PARE DE ME MATAR DE VERGONHA! - eu disse.
      - O que? Foi só uma pergunta... - ele começou.
      - Idiota! - eu o interrompi. - Uma pergunta idiota!
      - Mas, mas... As meninas não gostam de rock, nem são... ASSIM que nem ela!
      - Assim.... assim.... - ele abaixou a cabeça e disse baixinho. - Perfeita.

      Olhei para ele, mas com ternura, e esperei que ele continuasse.

      - Por que? Por que ela é assim? Por que isso me atrai? Por que eu pareço um completo babaca com ela por perto? Eu queria tanto que ela não me odiasse! Eu nunca vou conquistá-la.

      Não falei nada, só fui andando ao lado dele e pensando. Fiquei com pena dele. Querendo ou não, isso era verdade, ele quando perto dela ficava nervoso e acabava bancando o idiota. E com isso ela o odiava mais. Se eu pelo menos conseguisse saber o que ela sentia por ele...
      Fomos andando embaixo do sol pelas estradas desertas. De vez em quando passava um carro solitário pela rua.
      O sol já estava bem alto no céu e fazia muito calor. Resolvemos parar um pouco para nos refrescar embaixo da sombra de algumas árvores que nós encontramos. Meu estômago roncava alto, o café da manhã não passava de uma distante lembrança.

      - Vou morrer de fome! - disse Mike!
      - Eu também! - concordou Derek.
      - Mais quanto tempo para chegar na cidade? - perguntou Nice.
      - Se formos a pé... mais um dia e meio. - respondeu Eric.

      Todos gememos infelizes.

      - Tem que ter algo pra comer mais pra frente. - eu disse.
      - Já andamos por umas quatro horas... Não tem nada aqui. - reclamou Bía.
      - Maldita estrada. - reclamou Percy.
      - QUE CALOOR! Vou desitratar de tanto suar. - reclamou Perseis.

      Ficamos deitados no chão reclamando, os meninos (sortudos) tiraram as camisas para tentar fugir do calor e foi então que eu vi que Mike tinha uma espécie de tatuagem no antebraço direito. Perseis, assim como eu e as meninas, estava levantando as mangas para formar uma regata e vi uma tatuagem parecida com a de Mike, mas acontece que a dela tinha um tridente e a de Mike, uma águia. Estavam escritos também as letras SPQR acima do desenho e, em Perseis, haviam cinco listras pretas na vertical, e em Mike haviam quatro. Olhei Percy e ele tinha uma tatuagem semelhante a de Perseis, só que somente com uma listra.

      - O que... o que é isso? - eu disse, tocando a tatuagem de Perseis.
      - A marca romana. Fazem isso em nós quando fazemos algo grandioso que ajude o acampamento. - disse Mike.
      - Qualquer semideus romano que tenha sido reclamado e ajude significativamente o acampamento ganha uma dessa. E a cada ano, uma listra aparece. - disse Perseis.
      - Mas... Percy é grego... - eu disse, confusa.
      - Mas fiquei um tempo no acampamento Júpiter. E os ajudei a derrotar um gigante. Só tenho uma linha, porque eu fui embora para o acampamento grego depois. - explicou Percy.
      - Uau! - eu disse e imediatamente me lembrei de um dos livros de Riordan que conta exatamente a história de Percy no acampamento romano. - Mas, dói? Sabe, fazer a marca?
      - MUITO! - disseram os três ao mesmo tempo.
      - Mas é uma honra tê-la. - disse Mike.

      Eles me explicaram mais um pouco sobre como cada um ganhou sua marca, até que tivemos que levantar, pois precisamos continuar o caminho. Começamos a andar de novo até que ouvimos um barulho nada bom vindo de trás de nós.
      Viramos e havia um leão. Não um leão comum, mas um com o triplo do nosso tamanho, um leão de Neméia. Todos pegamos nossas armas e nos preparamos para lutar.
      O leão atacou e nós fomos aos seu encontro. Lutamos com todas as forças, mas estávamos exaustos e fracos. Eu estava dando o meu máximo, mas por causa de sua juba, a minha espada não conseguia encontrar sua pele para matá-lo. Eu tentei muitas vezes ferir suas patas para que ele caísse, mas ele não se abalava.

      - Precisamos distraí-lo! - gritei. - Percy, joga um jato de água nele!
      - Não posso! - disse ele, enquanto escapava por pouco de ser pisado. - Não tem água por perto e o sol está me deixando sem muita reserva de água no corpo.

      Desviei de um raio de Mike que sem querer quase me acertara e pensei: "é... vou morrer!".

      - Já sei! - gritou Perseis.

      Ela correu ao encontro de Percy e pegou a mão dele, eles se olharam e, do nada, começaram a flutuar e a brilhar. Ficaram envoltos por um monte de magia e, do nada (de novo), uma onda enorme surgiu. Ela tinha pelo menos uns seis metros de altura. A onda envolveu o leão e parecia estar estrangulando-o. Ele se debatia freneticamente a procura de ar e dava cabeçadas no redemoinho de água, tentando fugir. A onda se agitou mais e o leão começou a fraquejar. No fim, o leão morreu e sumiu junto com a onda, deixando apenas a sua juba que virou um casaco estilo de aviador.
      Percy e Perseis pararam de brilhar e caíram com tudo no chão. Eles ainda estavam de mãos dadas, mas estavam desacordados.

      - O que... o que aconteceu? - perguntou Bía, confusa.
      - Eles ativaram o poder máximo, mas estavam sem energia suficiente... - começou Mike.
      - Fazendo com que ficassem esgotados. - eu concluí. - Eles não precisavam ter feito isso.
      - Tá legal! E o que vamos fazer agora? - perguntou Nice. - Eles estão desmaiados e pelo jeito vão ficar assim por um bom tempo.
      - Acho que consigo fazer um deles flutuar. - falou Mike, pensativo.

      Ele fez uma cara de concentração, esticou o braço e abriu a mão na direção de Percy. Passados alguns segundos, o corpo desacordado dele se ergueu do chão.

      - Consegue levantar Perseis também? - perguntou Derek.
      - Não... - disse Mike, enquanto estabilizava o corpo de Percy no ar. - Equilibrar só ele já vai ser difícil.
      - O que vamos fazer com ela então? - perguntei. - Não podemos deixá-la aqui!

      Nos entreolhamos e ninguém sabia o que fazer. Eric me entregou a espada dele, foi até onde Perseis estava, a pegou nos braços e levantou. Ficamos parados olhando... meio surpresos.

      - O que? - disse Eric, se virando para nós. - Vamos andando... Precisamos tirá-los do sol e achar água.

      Começamos a andar e eu corri para o lado de Eric.

      - Então... - comecei. - Como é ter ela em seus braços?

      Dei uma risadinha e ele riu fraco.

      - Não era bem assim que eu imaginava, mas ok. Melhor que nada. - ele respondeu.
      - Ia ser engraçado se ela acordasse agora. - eu disse.
      - Ela ia ficar brava... e gritaria comigo.
      - Então! - eu ri.

      Ele riu e disse:

      - Chata!

      Eric me empurrou de leve com o ombro e nós dois rimos. Com esse pequeno empurrão, a cabeça de Perseis acabou pendendo para o lado e encostando no peito de Eric (já disse que ele ainda estava sem camisa?) o que fez com que ele abrisse um largo sorriso.

      - Ela está deitada no meu peito. - ele sussurrou.
      - Você sabe que... - comecei.
      - Deixa eu curtir o momento. - ele disse, me interrompendo. - Esse é o mais perto de romance que eu vou conseguir com ela.

      Ri com isso e dei um pequeno tapa em seu braço, fazendo-o rir também.

      - NÃO ACREDITO! - berrou Derek e apontou para a frente. - COMIDA!

      Olhei para a frente e pude ver uma pequena lanchonete a uns 15 metros de nós. Minha boca se encheu de água e meu estômago roncou alto.

      - ALELUIA! - gritou Bía. - ALMOÇO! Às três da tarde, mas... ALMOÇO!

      Apressamos o passo e chegamos na lanchonete. Ao abrir a porta senti o ar condicionado batendo em minha pele. QUE DELÍCIA! Mike parou de fazer Percy flutuar e ele e Derek o carregaram para dentro. Me joguei no banco, completamente esgotada e Derek colocou a cabeça de Percy em meu colo. Eric veio depois e se sentou ao meu lado com a cabeça de Perseis em seu colo.
      Os meninos vestiram suas camisas novamente e Nice voltou com uma bandeja cheia de salgados, pães e garrafas d'água. Meus olhos brilharam... COMIDA! (*u*)
      Eric pegou uma garrafa de água, virou um pouco em sua mão e passou a mão pelo rosto de Perseis. Fiz o mesmo com Percy.
      Acabamos com a garrafa inteira até que reparamos uma mudança. A pele deles parecia ter voltado a cor normal e eles pareciam descansados. Percy, então, abriu os olhos.

      - Ooi! Está melhor? - perguntei.

      Ele se sentou e resmungou alguma coisa. Estendi sua camisa e ele a vestiu.

      - Estou sim, obrigado! - disse ele e sorriu fraco.
      - Ela não acordou... - disse Eric se referindo a Perseis.

      Olhei para ela. Ela, definitivamente, estava com uma aparência melhor, mas seus olhos ainda estavam fechados.

      - Ela é mais nova que eu,  só tem 16. Os efeitos podem durar mais tempo nela do que em mim. - disse Percy.

      Escutei Eric sussurrar um "por favor, acorda!", mas acho que ninguém mais escutou. Depois de uns cinco ou dez minutos, Perseis suspirou e começou a se mexer.

      - Ela está acordando! - disse Eric, tentando conter a alegria.

      Ela esfregou os olhos e depois os abriu.

      - Hum... O que? ERIC?

      Ela se levantou numa velocidade ninja, mas logo depois deitou de novo com as mãos na cabeça.

      - Aai, minha cabeça! - ela gemeu.
      - Calma, pode ficar deitada. Você precisa descansar. - disse Eric.

      Ela, primeiramente, fez uma careta, mas depois concordou e se ajeitou no colo dele. Depois ela pediu a comida e começou a comer.
      Terminamos de comer e ficamos sentados conversando. Eu me sentia bem melhor agora, podia continuar o caminho sem problema. Percy já estava completamente renovado e contava como era a experiência de ativar o poder máximo. Perseis ainda estava deitada nas pernas de Eric e eles estavam conversando. Sim, CONVERSANDO! SEM BRIGAR! Até riram juntos uma hora. (O.O)

      - E você, Mai? - perguntou Derek e colocou a mão em cima da minha, me fazendo surtar completamente por dentro. - Está melhor?

      "Melhor agora que você me tocou", pensei.

      - Aham! - confirmei.
      - Você precisava comer, não é? - ele disse e riu.

      "Não, eu preciso de você! Me abraça!", tá legal, meus pensamentos estão loucos.

      - E como! - eu disse, somente, ignorando meus pensamentos. - Eu estava roxa de fome.

      Ele deu um daqueles sorrisos que me faz derreter por dentro e tirou a mão dele de cima da minha. (Buá!)
      Saimos da lanchonete e voltamos ao calor do dia! ¬¬'




Continua...




E aí, minhas CUPCAKES! 
(eu sei que a Beelle chama vocês assim, mas eu tenho meus motivos para 
chamar vocês assim pelo menos nessa IB haha)
O motivo? Bom, no primeiro livro da série "Heróis do Olimpo" (O Herói Perdido)
tem um sátiro que chama os semideuses de cupcakes! Por isso vou chamar vocês assim
pelo menos enquanto estiver escrevendo esta IB! hehe
Mas, enfim, COMO VOCÊS ESTÃO??
Tava com uma SAUDADE ENOOORME de vocês!!!
Eu sei que demorei MUUUUUUITO pra postar, mas peço MIL desculpas!
O motivo? 3º ano do Ensino Médio. Estou em semana de prova. Não posso usar
o computador dia de semana. Blábláblá
Mas, eu POSTEI HOJE! (escondido, mas postei! u.u)
Vocês viram o que eu escrevi pro niver do Jus?? *--* Se não, cliquem aqui.

Respondendo aos comentários das lindas:
nana !♥! - kkkk vc sempre ta ansiosa menina! kkk Eu não escrevo muito bem não, amore! kkk e lembre que algumas partes dessa IB é a minha amiga, Isa, que escreve. E não, vc que é demais! ;D kkkk sim, vc foi a primeira! \o/ E desculpa, pq eu demorei! =S Tbm te amo mt, fofa! 
♥ Victoria Velloso ♥ - Concordo, valentão apaixonado é muito bom! kkk e vc e sua irmã (Vivianne é sua irmã, né?) tão lendo essa IB??? e EU TO COM SAUDADE DE VC! u.u Te amo, Vic!
Isabella Conte - Eu sabia que mais cedo ou mais tarde vc ia acabar comentando só pra eu postar! kkkkkkkkkkk boba! Ele não é fofo! Ele é SUPERHIPERMEGAULTRAPOWER fofo!! *--* kkkkk

CONTINUA COM 3 COMENTÁRIOS!
e quando eu puder postar! =S
Beijinhos cobertos de SWAG pra vocês! =*
Isa e @ClaraVeras

4 comentários:

  1. será q sou a 1 de novo? kk bom neste caso VOCÊS escrevem muito bem ... amo demaiis as fic's dakie cara eu piro na batatinha kkkkkkk lol ... eu sei eu sei q sou louquinha mas pensando bem é pro meu bem ser assim né? ou não?kkkkkkkkkkk preciso dizer q mal posso esperar para que continue? acho q nao mas eu estou quase surtando tipo ta muito PERFEITOO e quando eu penso que nao da pra melhorar .................... VOCES ME SURPREENDEM KKKKK cara voces são muito DIVAS sem palavras ... bom continuaaa o mas rapido q poder se não eu vo morrer ... ae eu nao vou poder mas ler... nao vou comentar.... e vo chorar kkkkk (acho q isso nao faz sentido nenhum mas quem liga pro sentido né?kkkkkkkkkk)

    Bjs da louquinha nana amo muito vc <3
    e continuem logo pleasee? BIEBERKISS >,<

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eeeehhh primeiiiraaa uhuhu ~rebola~kkkk Ah lelek lek lek lek lek kkkkkkkkkkk

      Excluir
  2. ownt very cute esse final de capitulo ai
    eu adoro coisinhas assim
    se eu fosse a mai tudo akilo que estava no pensamento dela eu diria a ele , mas depois eu ia ficar com vergonha igual eu estou agr .
    pois é e constragedor dizer tudo que a gente pensa ...
    enfim
    ta perfeito seu blog , amei o desingn , amei a historia , amei tudoooo
    please continuaaa

    ResponderExcluir
  3. Lá vou eu salvar de novo a pátria e comentar aqui pra vc PARAR DE ENROLAR E POSTAR LOGO ESSE CAPÍTULO 10!!! Nossas leitoras aguardam viu? Kkkkk é maldade com elas. Aaaah e me lembra de pegar a parte do capítulo 11 que eu escrevi no meu livro e que eu deixei no armário da escola --'
    Enfim, POSTA LOGO CARAMBA! Vou te hackear e postar no seu lugar kkkkkk :P

    ResponderExcluir

O que acham que vai acontecer?
Expressem opiniões sinceras, por favor!
Estão Gostando?