14 de jul de 2013

You'll be in my heart always - Capítulo 11

Bom, gente, to devendo essa IB aqui pra vocês né?? Então, finalmente vocês vão saber se ela está ou não grávida! haha
Boa leitura! =*

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

*Anteriormente*
Selly: E aí, o que deu?
Cait: Qual foi o resultado?
Eu (começa a chorar): Eu to grávida! Ai meu Deus! Como pode? E ainda por cima dele? Por que dele?
Justin (aparece na porta): Kathy, o que aconteceu? (ajoelha do meu lado)
Eu: (olha pra Tete pedindo pra que ele saia)
Tete (entende o recado, empurrando o Justin pra fora): Sai daqui Justin! Depois com calma ela te conta!
Justin: Quem é você, afinal?
Tete: Prazer Stefani, mas pode me chamar de Tete, melhor amiga da Katherine e prima dos Beadles! Agora cai fora! (fecha a porta)
Selly: Nossa, mandou ver!
Jas: Por que fez isso?
Eu: Porque eu pedi.
Selly: Mas você não falou nada.
Tete: E nem precisa, ela simplesmente me olhou.
Cait: Nossa! Vocês se entendem só pelo olhar. Que legal!
Eu (ri fraco): Desde que nos conhecemos. (para de sorrir e se senta no chão) Eu não posso estar grávida! (chora) 
Tete: Não fica assim, Kathy!
Eu: Meninas, vocês podem me deixar sozinha?
Meninas: Claro!

    Elas saíram. Eu me ajeitei no chão com as costas apoiadas na cama. Eu decidi sair um pouco e esfriar a cabeça, peguei meu celular, o coloquei na bolsa e desci as escadas. As meninas estavam na sala com a Pattie e o Justin, mas não estavam falando sobre aquele assunto. Eles olharam pra mim.

Eu: Ahm, vou sair um pouco, ok, Pattie?
Pattie: Está tudo bem, Kathy?
Eu (menti): Está sim, Pattie! (sorri de lado) Eu só preciso...esfriar um pouco a cabeça.
Pattie: Tá, mas não demore muito, ok?
Eu: Pode deixar.

     Eu peguei minhas coisas (lê-se: bolsa, gorro e casaco) e saí dali depois de pronta. Decidi ir para o Starbucks comprar um chocolate quente. Eu me sentei em uma mesa próxima à janela, fiz o meu pedido e fiquei refletindo sobre essa gravidez olhando pro céu. Uma lágrima escorreu pelo meu rosto. De repente, sinto alguém tocando meu ombro, quando olho era o Logan. Imediatamente limpei a lágrima que acabara de escorrer.

Eu: Oi, Logan! (sorri)
Logan: Oi, Kathy! Posso te fazer companhia?
Eu: Pode! Senta aí!

     Sei que queria ficar sozinha, mas eu sou educada. Poxa o garoto pediu pra se sentar comigo, sem falar que o lugar tá cheio hoje. Então eu deixei.

Logan: Por que estava chorando?
Eu: Ahm, coisas pessoais. Não quero comentar sobre isso.
Logan: Tudo bem! (sorri)

     Meu pedido chegou. Eu agradeci ao garçom e ele voltou ao trabalho dele. Eu e Logan ficamos conversando por um bom tempo. Ele fazia piadas bobas, mas eu ria por serem bobas. Ele tinha hora que me cantava, e eram cantadas bem idiotas, mas eu nem dava bola.

Logan: E aí, cadê seu namorado?

     Aquela pergunta meio que me pegou de surpresa. Eu não sabia como responder, bom, vou dizer a verdade. Uma lágrima percorreu meu rosto ao me lembrar que estou grávida do João, mas a sequei rapidamente.

Logan: Oh! Me desculpe, Kathy. Eu tinha me esquecido. Por que ele terminou com você?
Eu: Ele não acreditava em mim. Acreditou numa notícia. Havia saído uma notícia na internet de que eu estava namorando o Justin, mas eu só vou passar um ano na casa dele, por causa do intercâmbio.
Logan: Hum...entendi.
Eu (olha no relógio): Eu vou indo, Log! A Pattie tá me esperando.
Logan: Eu te deixo em casa...
Eu (interrompendo): Eu agradeço Logan, mas eu tenho que refletir sobre umas coisas, então eu prefiro ir sozinha. (sorri de lado) Tchau! (beijo na bochecha)

     Saí dali com as mãos nos bolsos, por conta do frio. No caminho fui pensando, como eu ia contar que estava grávida aos meus pais? E como eu ia dizer ao meu ex-namorado que eu estou grávida? Essas perguntas ficaram martelando em minha cabeça até eu chegar na casa da Pattie. Eu entrei, deixei meu casaco e meu gorro no lugar e assim que cheguei na sala todos me olharam sérios. Lancei um olhar pra Tete perguntando se elas haviam contado e ela me mandou um não, mas que era algo sério. Percebi que a TV estava ligada e que estava em um canal brasileiro (lê-se: Globo). A TV estava pausada. A Tete apertou o play e a notícia começou a passar.

MulherdaTV: Hoje houve um acidente feio em Brasília, um ônibus que estava desgovernado por conta de assaltantes bateu com toda a força em dois carros que passavam por ali. Só houve dois sobreviventes e 8 mortos, dentre eles estão Elizabeth e Erik Cavalcante, que morreram na hora em que o ônibus atingiu o carro deles...

     Eu não consegui ouvir mais nada. Eu me sentei no sofá, minhas mãos cobriram meu rosto e meus olhos derramaram lágrimas sem parar. Tete veio e me abraçou, ela também amava muito meus pais, nós éramos como uma segunda família pra ela, porque ela vivia lá em casa. O mesmo da família dela pra mim, mas não seria a mesma coisa. Eu e a Tete estávamos chorando. Só que minha dor era maior, principalmente porque eu estou grávida e o meu filho já não terá os avós maternos para mimá-lo sempre e isso me doía muito.

Pattie: Kathy, nós sentimos muito! (me abraça e chora junto comigo)

     Logo todos estávamos em um abraço coletivo. Eu pedi um pouco de espaço e eles me cederam, depois comecei a falar em português com a Tete.

Eu: E agora, Tete? O que eu vou fazer?
Tete: Eu não sei, Kathy! Você podia morar com a gente.
Eu: Não, eu não posso. (chora) Tudo o que eu tinha eu perdi. Meus pais, perdi o pai do meu filho... (pausa)
Tete: Bom, tecnicamente, você não perdeu o João.
Eu: Mas depois do que ele fez...mas eu preciso contar pra ele. (em inglês) Eu preciso subir um pouco.

     Eu subi pro meu quarto, entrei, peguei meu celular e me sentei novamente no chão encostando as costas na cama. Eu ia ter que ligar pra ele mesmo. Então é a hora. Disquei os números de seu celular, que eu havia decorado.


*Ligação on* (em português)
João: Alô?!
Eu: João? Eu tenho que falar com você, é muito importante.
João: Eu te dou 5 minutos.
Eu: Eu...eu to...grávida.
João: ...
Eu: João? Você tá ai?
João: Você acha que eu vou cair nessa? Faz tempo que a gente fez, e você deveria ter sentido os sintomas ainda aqui no Brasil.
Eu: E eu senti, mas achei que fosse algo que eu comi...
João (interrompe): Não vem com essas desculpas falsas. Vai enganar o seu bibinha que você ganha mais.
Eu: João, eu...
~tu,tu,tu~
*Ligação off*


     Ele desligou na minha cara. Eu coloquei o celular no chão e comecei a chorar. De repente a porta se abriu, mas eu não vi quem era, eu estava com a cabeça entre os joelhos e abraçada aos mesmos. Sinto alguém me abraçar e a única coisa que consegui fazer foi abraçar a mesma. Percebi que era o Justin. Ele vem sendo tão bom pra mim desde que eu cheguei, e nem nos conhecemos direito.

Justin: Calma, vai dar tudo certo! Shhh...
Eu (parando de chorar): Jus, você ouviu a conversa?
Justin: Ouvir eu ouvi, mas não entendi absolutamente nada. (ri)
Eu (ri fraco): É, eu tava falando em português.
Justin: O que tá te preocupando, Kathy? Quem sabe eu posso te ajudar a ajeitar essas coisas...
Eu (interrompendo): Obrigada, Jus, mas isso não tem como voltar atrás.
Justin: Como assim?

    Nesse momento chegam a Pattie e as meninas. Pattie vem e me abraça também. Não sei se ela já sabia, mas ela ia ter que saber mais cedo ou mais tarde, afinal minha barriga ia crescer. Eu comecei a chorar mais do que estava antes quando a Pattie me abraçou.

Eu: Pattie, eu não sei o que eu faço agora...
Pattie (me interrompendo): As meninas me contaram o que está acontecendo. Fica assim não, vai dar tudo certo. (olha nos meus olhos) Eu vou estar aqui pra te ajudar com isso, tá?
Eu: Obrigada, Pattie! (abraço)
Justin: (cara de WTF?!)
Eu: Jus...eu...eu to...grávida!
Justin: O.O (me abraça)
Eu (retribui o abraço): Se você não quiser mais ser meu amigo...
Justin (me interrompe): Não fala uma coisa dessas. Óbvio que eu quero ser seu amigo e eu, assim como minha mãe, vou estar aqui do seu lado pra te ajudar.
Eu: Obrigada, Jus! (olha pra Pattie) Pattie, eu preciso ir pro Brasil, pro...velório dos meus pais. (escorre uma lágrima)
Pattie: Tudo bem, vamos todos juntos!
Tete: Você aproveita e se consulta com sua médica de sempre. (sorri)
Eu: É... (sorri de lado)
(...)






UFA! Postei finalmente essa, né?? haha
UAU! Ela tá grávida! =S E os pais morreram em um acidente de carro! =S²
E aí, o que acham que vai acontecer agora?
Comentem!!!!
Vou responder aos comentários de vocês agora, porque não tenho muito o que falar hoje.

Respondendo aos comentários:
nana !♥! - Pois é, gatinha, ela tá grávida! =s kkkkk e demorei mais ainda agora, mil desculpas! =/ ti amuh tbm anjo
lary bieber - haha mals, mas é pq eu to so copiando e colando! eu era muito má kkkk agr já aliviei um pouquinho nas minhas outras histórias kkkkkkkk continuei linda ;)
Isabella Conte - aiai, até parece! kkk bobona =P

CONTINUO COM 3 COMENTÁRIOS!
Beijinhos e jájá tem "A semideusa misteriosa"!
Clarinha (@ClaraVeras)

2 comentários:

  1. Mana q perfeito.. eu ainda me lembro o q acontece um cap depois desse mas n vou fl pq tem gent q n sabe ne? Kkkk tadinha dela bubj =/bom mas sei q tudo sempre se ageita no final ne? Enfim.. n to com muito tempoo ainda entao continua pelo amor de DEUS se nao eu infarto e por favor n demora mana to megautrapower ansiosa e curiosa o q da no mesmo ne kkk bjs
    Te amuu mana u.u ♥ beijinhos cobertos de swag e se cuida se ta bem? Saudases de tii .. kisses ^^

    ResponderExcluir
  2. Coitada da Kathy :'( espero q tudo de certo para ela, ta perfeito, continua pvfr
    @tha_belieber

    ResponderExcluir

O que acham que vai acontecer?
Expressem opiniões sinceras, por favor!
Estão Gostando?